segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O Rebanho



"Queres meu irmão, isolar-te? Queres procurar o caminho que te guia a ti mesmo? Espera ainda um momento e ouve-me. "o que procura é um erro".

Assim fala o rebanho.E tu pertenceste ao rebanho durante muito tempo. Em ti também ainda há-de de ressoar a voz do rebanho.


E quando disseres "Já não tenho uma consciência comum convosco", isso será uma queixa e uma dor. Essa mesma dor é filha da consciência comum, e a última centelha dessa consciência ainda brilha na tua aflição.


Queres, no entanto, seguir o caminho da tua aflição, que é o caminho para ti mesmo? Demonstra-me o teu direito e a tua força para isso (...) Obrigas muitos a mudar de opinião a teu respeito; por isso te consideram. Abeiraste-te deles, e contudo, passaste adiante; é coisa que te não perdoam. Elevaste-te acima deles: mas quanto mais alto sobes mais baixo te vêm os olhos da inveja. E ninguém é tão odiado como o que voa.


" Friedrich Nietzsche, Assim Falou Zaratrusta

3 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

Eu li vários livros do Nietzsche, inclusive o Zaratrusta; mas hoje tenho dúvida se é mesmo leitura saudável. É que o Friedrich acabou seus dias num hospital psiquiátrico, doidinho.
Acho que a Filosofia nunca chegará à Verdade final. Esta pertence só a Deus.
Portanto, tendo fé, reconhecemos que somos limitados, e vivemos felizes.

Marcos Satoru Kawanami disse...

É bom "voarmos" para sairmos da mediocridade, mas não podemos seguir voando até sair da zona de oxigênio, senão perecemos.
A metáfora significa: devemos ter pensamento independente, mas não podemos exagerar na excentricidade, senão prejudicamos a nós mesmos, entende?

Isa from Aveiro disse...

Acho seus comentários muito interessantes, mas a ideia é nunca deixarmos de ser nós mesmos, pois por vezes quando fazemos parte de um grupo há a tendencia por parte de alguns membros de condicionar o nosso pensamento e é isso que eu acho ruim. Há que ter cuidado e não abdicar dos nossos principios, respeitando os outros está claro. Estar em grupo deve acima de tudo ser uma partilha e não uma imposição.

O que acha?